SEM IPCA Trabalhadores/as do Serpro continuam em GREVE

M_3183rj9105

Após a 8ª Reunião de Negociação, que ocorreu nos dias 13 e 14/10/2015, em São Paulo, a empresa não apresentou o índice que repõe a inflação do ultimo período.

Os/as trabalhadores/as exigem o abono do dias de paralisações, a reposição das perdas do último período.

O/a Trabalhador/a do Serpro  não vai pagar pelo ajuste fiscal do governo federal e tão pouco ser punido por exercer seu direito legitimo à greve!!!

A greve deve continuar!!! Foi com a luta que conseguimos que a empresa  reavaliasse sua posição: apresentando acordo com prazo de um ano e a cartela extra de tíquete.